English, Français

Script 102.9

Script

O que é um fórum telefónico?
Um fórum telefónico é um formato radiofónico que permite aos ouvintes comentar em direto um assunto interessante. Um fórum telefónico pode ser um dos elementos da emissão (segmento) ou ser a emissão toda. Em que é que me ajuda a servir o meu público?

  • Permite ao meu público obter mais informações e opiniões sobre um assunto importante.
  • Permite ao meu público dar a sua opinião sobre um assunto importante.
  • Incentiva o meu público a pronunciar-se sobre assuntos importante, a fazer-se ouvir.
  • Permite à minha comunidade progredir na resolução de um problema.
  • Permite aos membros do meu público partilhar momentos de emoção.

Como é que me pode ajudar a realizar emissões melhores?

  • Traz-me provas sobre a importância (ou falta dela) de um assunto para o meu público, o que me permite saber se devo ou não voltar a tocar nele no futuro.
  • Permite-me conhecer ouvintes bem informados, com opiniões bem formadas e eloquentes que posso even- tualmente entrevistar em emissões futuras (Obter as suas coordenadas e números de telefone)

Por onde devo começar? (Terá mais informações sobre estes pontos, e mais na secção ‘Detal- hes’ abaixo)

  • Escolha um assunto interessante para o seu público
  • Apresente-o como uma pergunta
  • Apresente uma convidada ou um convidado conhecedor do assunto
  • Mantenha os comentários breves e precisos
  • Respeite as regras aplicadas aos fóruns telefónicos no seu país.

Detalhes

Escolha um assunto interessante para o seu público

  • Alguns fóruns telefónicos permitem a uma comunidade abordar um assunto importante (p.ex.: “Porque é que as colheitas de milho diminuíram este ano?”)
  • Alguns fóruns ajudam os membros de uma comunidade a partilhar as suas emoções (por exemplo: permitem a quem liga prestar homenagem a anciãos da comunidade depois do seu falecimento.)
  • Alguns fóruns são divulgados apenas para entretenimento (p.ex.: quem é o melhor jogador de futebol do nosso país?)
    Um fórum telefónico deve abordar uma situação que toque a vida do seu público, e que seja importante para ele.

Apresente-o como uma pergunta
Se o problema é questão da diminuição das colheitas de milho, então peça ao seu público para responder a uma pergunta que suscite mais emoção, como: “Recolheram milho suficiente para alimentar a vossa família o ano inteiro?”. Pergunte às pessoas que ligarem que respondam a essa pergunta, e depois deixe as explicar a sua resposta. Quando alguém ligar não lhe responda só “Bom-dia/Boa tarde” antes de a deixar falar, faça a pergunta sensível e peça que respondam. Isso irá também relembrar aos outros correspondentes que se trata de responder a essa pergunta delicada.

Apresente uma convidada ou um convidado conhecedor do assunto
Os fóruns telefónicos devem ser ‘calorosos’ e ‘luminosos’ . O calor virá das opiniões expressadas pelos ouvintes que ligarem. A luz pode vir de uma pessoa convidada que conheça bem o assunto e que possa trazer informações preciosas e suplementares caso necessário.

Mantenha os comentários breves e precisos
O objectivo de um fórum telefónico é permitir a vários ouvintes exprimir as suas opiniões e sentimentos. Em geral, não convém deixar um número pequeno dele monopolizar o discurso, prejudicando os restantes que também querem dar a sua opinião. Alguns correspondentes tentaram falar de outro assunto que os interesse, em vez de responder à pergunta do fórum. Tem o dever para com o seu público de voltar a trazer o debate ao tema inicial. Pode dizer, por exemplo: “Sra X, um dia poderemos propor um fórum sobre as cabras que invadem os jardins, mas hoje, pode diga-nos antes a quantidade de milho que conseguiu colher?”

Respeite as regras aplicadas aos fóruns telefónicos no seu país.
Em alguns países, a transmissão de fóruns telefónicos é pura e simplesmente proibida, e uma estação pode acabar de licença revocada. Em outros países, antes de divulgar um fórum, o emissor deve revê-la e retirar todos os comentários interditos ou repreensíveis. Noutros países, o emissor deve ter cuidado para manter confidenciais os nomes e números de telefone dos participantes. Consulte a direção da sua estação para saber e compreender o regulamento referente a fóruns telefónicos.

Outros pontos importantes relativos à realização de fóruns telefónicos fascinantes e práticos

Prepare-se! Os fóruns telefónicos são emissões transmitidas em direto. Quando mais pensar e antecipar o que possa acontecer durante a emissão, mais preparado vai estar face às surpresas que possam acontecer durante a emissão. Isto é particularmente importante quando o tema do fórum é um tema controverso como por exemplo : “Acha que a câmara municipal ajuda mesmo os agricultores e agricultoras?”. Os preparativos para este género de fórum telefónico podem ser:

  • chamar duas ou três pessoas com pontos de vista previsíveis, mas opostos sobre o assunto para conseguir lançar a discussão
  • pense nos pontos de vista extremos que alguns correspondentes possam ter, e como pode geri-los
  • preparar-se para conseguir receber uma grande diversidade de pontos de vista em antena, caso a maioria dos correspondentes represente apenas um ponto de vista.

Compreenda o papel exigente de animador/animadora. O papel de animador ou a animadora num fórum telefónico é um papel complexo, e é preciso que tenha muita sensibilidade para o conseguir. Ela ou ele deve:

  • dominar o tema
  • ajudar os participantes a esclarecer os pontos que fazem e que podem ser confusos para o público
  • poder antecipar as situações mais complicadas e descomplicá-las antes que escalem
  • ser amigável e educado, mas firme
  • manter um tom afectivo durante a emissão (por exemplo: brincar com os participantes quando convém, e adoptar um tom mais formal ou sério quando necessário)
  • não tomar partido, e tentar dar tempo de antena a todas as perspectivas importantes do tema
  • reparar nos pontos importantes que os participantes levantam, e pedir-lhes detalhes.
  • preencher os silêncios quando não há chamadas.
  • saber quando é que um participante já falou tempo o suficiente, e despedir-se simpaticamente
  • … etc.!

Respeite os seus correspondentes. Lembre-se que sem participantes, não há emissão! Os ouvintes ligarão quando souberem que os participantes são tratados com respeito. Agradeça os seus ouvintes de terem ligado.

Se não tiverem o hábito de falar no ar, incentive-os e ajude-os a falar claramente. Se alguém estiver a ligar pela primeira vez, felicite-o! Isso incentivará outros a dar o primeiro passo também.

Reaja às alegações graves e sem fundamento. Se um participante dá algo como um facto, e que não tem a certeza da veracidade, resolva esse problema. Não deixe que o seu público assumir que é real só porque está na rádio.

Por exemplo: se o participante disser: “Sabemos que a maioria do budget do concelho está destinada à Região do Sul”, e que não está em medida de confirmar ou corrigir esta declaração, pode intervir dizendo: “Sr. Inoussa, que grande declaração. No entanto não sei se é um facto. Talvez outros ouvintes queiram confirmar o que acabou de dizer.” Se tem os recursos jornalísticos na sua estação, pode também dizer: “Sr. Inoussa, que grande declaração! Irei pedir ao nosso serviço de informação que nos confirme essa informação e partilharei convosco o resultado no início do próximo fórum telefónico.”

Recorra a uma operadora ou operador de estúdio. Um fórum telefónico exige que o animador ou anima- dora esteja muito envolvido. É difícil conseguirem fazer tudo sozinhos, e ainda responder às chamadas. Se tiver mais do que uma linha telefónica, pense em designar mais uma pessoa que possa atender as chamadas por si. O operador ou operadora pode também percorrer e ler alguns SMS que ache interessantes para o tema discutido.

Pense em pré-selecionar os participantes. Se propõe várias linhas para o fórum telefónico, e que tem muitos correspondentes, é normal que pré-selecione os participantes para garantir uma diversidade nas pessoas e os pontos de vista. Pode ser também prático para evitar afirmações de natureza demasiado radical, comentários fora de tópico, e correspondentes que liguem demasiadas vezes. A pessoa responsável pela
pré-seleção pode inquirir sobre os nomes dos participantes, de onde estão a ligar, os números de telemóvel, e o comentário principal que querem apresentar no programa. Não desdenhe um correspondente porque não concorda com o seu ponto de vista! O operador ou operadora do estúdio pode também assumir o papel de pessoa pré-selecionadora.

Vença o desequilíbrio homem-mulher criando uma segunda linha. As ouvintes femininas têm regra geral menos acesso ao telemóvel que os ouvintes de sexo masculino. Para além disso, não têm muitas vezes tempo para repetir as chamadas e conseguir obter a linha, e desistem depois da primeira ou segunda tentativa. No entanto, a maior parte dos temas interessam tanto aos homens quanto às mulheres. Para conseguir trazer mais mulheres para o programa, proponha pelo menos duas linhas de acesso ao fórum telefónico, e atribua uma delas apenas às mulheres. Assim, pode garantir que 50 % das vozes no ar são de mulheres.

Use o fórum telefónico para avançar discussões sobre um problema da comunidade. Por vezes, as experiências vividas pelas pessoas que ligam para o programa podem ajudar uma comunidade a identificar e realizar progressos num tema importante. Por exemplo: se a questão apresentada no seu fórum é a seguinte: “O agente de divulgação veio à sua região o mês passado?” e que vários participantes respondem que não, isso pode incentivar as autoridades locais a inquirir o porquê de nenhum agente se ter deslocado a essa região. Se a pergunta for: “A sua filha foi incomodada por desconhecidos no caminho da escola, à ida e volta?” e que vários participantes respondem ‘sim, então a comunidade poderá estar a par de um problema que deve combater.

Promova o seu fórum telefónico. Faça publicidades na semana antes do seu programa, dê tempo ao seu público para que saiba o que quer dizer sobre o assunto tratado.

Tenha cuidado com participantes ‘incensadores’. Por vezes, uma pessoa influente poderá pedir a outra pessoa que ligue para o seu programa para o ou a elogiar, independentemente do tema abordado. Não seria justo ceder tempo a estes participantes. Peça educadamente que respondam à questão colocada, e se não o fizerem, convide-os educadamente a sair.

Consegui gerir os correspondentes regulares. Se o seu objectivo é obter o máximo de vozes possível no ar, não pode deixar que um pequeno grupo deles monopolize os seus fóruns telefónicos. No entanto, se tiver participantes regulares que falem bem, e tenham opiniões práticas e interessantes, então deixe-lhes espaço para se exprimirem – isto desde que respeitem as suas regras no que toca a frequência e duração das chama- das.

Reduza os gastos para os participantes. Arranje um número gratuito. Se não for possível, tente fazer um acordo com o seu fornecedor de serviços. Peça-lhe que as chamadas para fórum telefónico sejam gratuitas. Isso irá aumentar tanto o número de participantes, que a categoria de participantes, e os comentários serão portanto mais representativos da comunidade.

Não tire as conclusões erradas! Se dez ouvintes se pronunciarem no ar e que oito deles afirmam que as suas colheitas foram más este no, não assuma que as colheitas serão más para oito em dez pessoas. Pode, no entanto afirmar que “oito em dez dos participantes no fórum telefónico tiveram más colheitas este ano”. O que não pode dizer com certeza é que “80% dos agricultores tiveram más colheitas este ano.”

A razão pela qual deve ter atenção às conclusões que tira é o facto de que um fórum não tem a mesma precisão que, por exemplo, um inquérito aleatório porta a porta. Pense nas limitações. As pessoas que ligam para o fórum:

  • devem ter acesso a um telefone
  • devem estar dispostos a pagar pela chamada (a não ser que esta seja gratuita)
  • devem sentir-se confortáveis para falar em público, e sobre um tema
  • devem estar disponíveis para ouvir o seu fórum nesse momento

Portanto, podemos afirmar que as opiniões dos participantes no seu fórum não são representativas da comu- nidade inteira.

No entanto, quando se trata de assuntos políticos, as pessoas têm tendência a ligar consoante o seu nível de motivação e envolvimento. Por vezes, um assunto suscita uma reação grande do público que quer ver mudança, enquanto a ‘maioria silenciosa’, ou seja os membros do público que estão satisfeitos e não querem mudar nada, não se esforçará para se pronunciar.

Explique as regras ao seu público. Um fórum telefónico com sucesso deve ter regras. Explique-as ao seu público. Devem ser regras simples tais como:
“Queremos ouvir o máximo de ouvintes e de opiniões possível. Pedimos-lhes que se limitem ao tema escol- hido hoje. Daremos prioridade aos participantes que não nos ligaram o mês passado. Por fim, lembrem-se que o Zoom FM não tolera obscenidades, insultos ou discursos de raiva.”
Sendo que todos os seus ouvintes conhecem as regras (porque as repete todas as semanas), os correspon- dentes, ou os seus ouvintes em geral, não ficarão surpreendidos se disser: “Sra Muta, já conhece as regras do nosso fórum telefónico. Tenho que a interromper e passar agora ao próximo participante. Peço desculpa em nome da Sra Muta pela sua última observação.”

Comece devagar. Se nunca animou um fórum antes, comece com um assunto ou uma pergunta simples, e que não seja controversa como “A sua recolha de milho foi melhor que a do ano passado?’ Com a experiên- cia que ganhar, poderá passar a assuntos mais complexos ou controversos como: “Considera úteis as subvenções cedidas pelo governo para os fertilizantes?” ou “Acha que o seu deputado ajuda mesmo os agricultores e as agricultoras?”

“Lance a máquina”. Se quer que os seus ouvintes se expressem com paixão durante o fórum telefónico, dê-lhes um exemplo de uma opinião forte desde início. Desloque-se para realizar entrevistas de rua. Diga às pessoas entrevistadas qual será a questão colocada no fórum telefónico, e escolha as declarações mais inter- essantes e pertinentes para um spot publicitário para anunciar a próxima emissão. Volte a partilhar essas opiniões também no início da emissão.

Evite os momentos mortos. Não há nada mais embaraçoso do que um fórum sem chamadas! Isto pode acontecer quando o público não considera o assunto interessante. Pode também acontecer se a pergunta colocada não desperta o público, ou o público pode simplesmente querer saber mais antes de intervir. Vamos propor alguns truques para não demasiado tempo sem chamadas.

  • Tenha cuidado ao escolher o tema e formular a pergunta.
  • Convide uma convidada ou convidado que possa falar do assunto enquanto esperam as chamadas do público
  • Prepare gravações de entrevistas de rua que possa divulgar
  • Selecione uma ou várias pessoas que conheça e em quem possa contar para comentar
  • Peça a alguém da sua estação que esteja pronto/a para falar se necessário

Informe-se sobre o seu público por outros meios. Um fórum telefónico, ou melhor, várias chamadas telefónicas permitir-vos-ão saber ainda mais sobre o que é importante para os seus ouvintes. Mas não se contente com fóruns telefónicos! Visite as aldeias que o ouvem, vão ao encontro dos agricultores e agriculto- ras, pergunte-lhes o que lhes é mais importante. Clique aqui para saber como fazer pesquisas sobre o seu público. Pode também recorrer a inquéritos no ar para saber o que muitas pessoas pensam de um tema. Com inquéritos, pode ouvir a opinião de centenas de ouvintes, ao invés de uma dezena e pouco mais que ligarão durante um fórum. Saber mais sobre o assunto de como recolher as verdadeiras impressões do seu público.

Seja vigilante no que toca afirmações odiosas. As afirmações odiosas podem ser diretas (por exemplo: “Os Zumu roubaram as melhores terras.”) Mas as pessoas que querem transmitir uma mensagem de ódio vão falar normalmente indiretamente de um grupo (por exemplo: “Já sabemos quem tem as melhores terras.”) Quando detecta afirmações odiosas, pode responder dizendo: “Sr Kalo, tenho a certeza que se sentiria ofen- dido se ouvisse alguém falar assim de si. Vamos passar a palavra ao nosso próximo participante…” Organize um encontro com a sua estação para verificar se mais algum colega seu tem algo contra algumas declarações e elaborem juntos uma técnica e política para distinguir afirmações odiosas e como as devem gerir. Elaborem também um plano relativo ao conteúdo da edição para a estação, de modo a poder gerir esse problema de raiz.

Os participantes devem conseguir identificar-se? A maioria dos correspondentes sentem-se à vontade para divulgar os seus nomes e proveniência. No entanto, certos casos podem sentir que seriam criticados pelas suas famílias ou comunidade se se exprimir publicamente. Trata-se de um assunto sensível. Por um lado, a sua intenção não é permitir a correspondentes anónimos criticar outros, por outro lado, não quer reduzir ao silêncio quem se sente ameaçado. Não tem que divulgar o nome de todos os participantes. Não obstante, deve pedir-lhes a sua identidade e a da sua comunidade fora do ar antes de os deixar exprimir na rádio (é também por estes acontecimentos que é prático ter mais uma pessoa a gerir o fórum telefónico). Pode apre- sentar esses participantes anónimos da seguinte forma: “Vamos agora ouvir uma senhora muito entendida nesta matéria, que no entanto preferiu permanecer anónima.” Se proceder assim, vai permitir a mais ouvintes participar no seu fórum telefónico, e portanto ter acesso a mais informação e opiniões, porque vai conseguir incluir as vozes de quem normalmente não se pronunciaria.

No que toca alguns assuntos muito controversos, pode ser tentador divulgar os nomes de todos os partici- pantes. Nesse caso, pode começar a sua emissão com a declaração: “Dado que vamos tratar hoje de um assunto muito controverso, e para permitir equidade a todos os participantes, vamos pedir que todos os participantes se mantenham anónimos.”

Onde posso encontrar mais informações sobre fóruns telefónicos?
A Internews desenvolveu um excelente conjunto de utensílios sobre a realização de todo o tipo de emissões radiofónicas interativas. Está disponível aqui: http://www.internews.org/research-publications/interac-
tive-radio-toolkit-stations

Definições:
Um formato é uma maneira específica de juntar sons e palavras no fim de uma emissão radiofónica. Os formatos englobam as entrevistas, discussões de grupo, entrevistas de rua, boletim, histórias, documentários, discussões gravadas, monólogos do animador, etc.

Um inquérito em antena é o formato radiofónico pelo qual uma estação de rádio convida os ouvintes a responder a perguntas específicas ao ligar para a estação. A estação geralmente comunica os resultados em direto durante essa emissão.

Um spot publicitário é uma mensagem curta com o objectivo de reforçar e incentivar os ouvintes a seguir a sua emissão agrícola.

As regras e as leis são utensílios que os países podem usar para obrigar os emissores a respeitar condições das suas licenças e a legislação nacional. Os países podem fazer avisos, multar ou encerrar temporariamente uma estação que quebre essas regras.

Um segmento é uma parte (divulgada com regularidade) de uma emissão.

Uma emissão temporizada é uma técnica para criar um curto período de tempo (por exemplo: 10 segundos) entre o momento em que um participante liga para a estação e o momento em que o que diz é divulgado. Se um correspondente fizer comentários inapropriados, ou condenáveis, a estação tem tempo para evitar que estes sejam divulgados.

Uma entrevista de rua é um segmento durante o qual o emissor vai à rua, ou se integra dentro de uma comu- nidade e faz a mesma pergunta a várias pessoas. As respostas são geralmente revistas para que lhe possam atribuir o tempo apropriado e conseguir fazer sobressair o tema central. Serão depois divulgadas numa emissão que aborde esse tema. (do latim “voz populi” que significa “voz do povo”)

Acknowledgements

Agradecimentos
Redação: Doug Ward, presidente do concelho administrativo, Radios Rurales Internacionales, com a contribuição de Charles Shanks, realizador principal, Cross Country Checkup, fórum telefónico nacional do Canada, divulgada pela Radio CBC, e Liz Hughes, diretora reformada do serviço de notícias da CBC e membro do concelho administrativo, Radios Rurales Internacionales

Projeto realizado graças ao apoio financeiro do governo do Canada por via do ministério dos Negócios Estrangeiros, Comércio e Desenvolvimento (MAECD)

Translated with funding from USAID.
USAID Washington Development objective: to support the New Alliance ICT Extension Challenge Fund through the implementation of affordable, scalable, and diverse ICT extension services.
AID-OAA-A-16-00003